Sábado, 15 de Maio de 2010

More than Words

Poderia dizer mil e uma coisas bonitas, poderia escrever um texto com todo o tipo de adjectivos para qualificar a pessoa que és... Mas não o vou fazer!

More than words right? So...

 

 

 
Esta música apesar de antiga tem tudo a ver connosco, reflecte o que sentimos e que apesar das nossas embirrações, discussões, podemos até estar em desacordo, disparatar com o que for que no fundo sabemos que ambos não vivemos um... sem o outro!
 
 
Amo-te!
 
 
 
Afinal a melhor parte de discutir é mesmo fazer as pazes!! Ahahaha
 
 
 
Tradução - BR
[Minha Vida Seria Uma Droga Sem Você]
Acho que isso quer dizer que você sente muito
Você está parado em minha porta
Acho que isso quer dizer que você volta atrás
No que você disse antes
Como o quanto você queria
Qualquer uma, exceto a mim
Disse que você nunca voltaria
Mas aqui está você novamente

Porque nós pertencemos um ao outro agora
De alguma forma unidos aqui, para sempre
Você tem um pedaço de mim
E, honestamente
Minha vida seria uma droga sem você

Talvez eu tenha sido burra por te dizer adeus
Talvez eu tenha errado por tentar entrar numa briga
Eu sei que eu tenho problemas
Mas você também está muito confuso
De qualquer forma, eu descobri que eu não sou nada sem
você

Porque nós pertencemos um ao outro agora
De alguma forma unidos aqui, para sempre
Você tem um pedaço de mim
E, honestamente
Minha vida seria uma droga sem você

Estar com você é tão disfuncional
Eu realmente não devia sentir sua falta, mas eu nao posso deixar você ir.
Oh yeah

Porque nós pertencemos um ao outro agora
De alguma forma unidos aqui, para sempre
Você tem um pedaço de mim
E, honestamente
Minha vida seria uma droga sem você
 
 
 
Nota de Rodapé: Hoje deu-me para isto! =P
Escrito por Sophia às 12:29
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (20) | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 12 de Maio de 2010

Poema - Amor?

 

 

Amor?
 
Numa casa pequena,
Sombria e quase abandonada,
Diz-se que vivia uma familia
por todos indesejada.
 
Posso então confessar
Que fiquei intrigada.
E para procurar respostas
Acordei motivada.
 
Foi por entre rumores que percebi
Que um segredo ali havia,
E com horror descobri
Que na mulher o homem batia!
 
Sem saber o que fazer
Ou em que podia ajudar,
Dirigi-me à pequena casa
Para com a mulher tentar falar.
 
A medo me atendeu
E me deixou entrar,
Pois o seu marido a qualquer hora
Podia para casa voltar.
 
Com tristeza e melancolia
Comigo desabafou,
Contou-me como havia sido um dia
e com que homem se casou.
 
Da sua tez branca,
Nada restava...
Apenas a marca de surras recentes
Que o próprio marido lhe dava.
 
Quando lhe disse para se defender
Com medo recuou.
Disse para não me meter
E para fora quase me enxotou.
 
Sem perceber o fundamento
Daquela reacção,
Perguntei-lhe o porquê?
E ela respondeu-me com o coração:
 
"Eu prefiro morrer...
Do que dele me separar,
Porque foi com ele que escolhi viver
E é só com ele que vou ficar.
 
Nunca vou amar alguém
Como amo o meu marido,
Apesar de todas as coisas
Que já possa ter sofrido.
 
Se algum dia ele me odiasse...
De desgosto ia morrer,
Pois de nada me serve a vida
Sem a pessoa que me faz viver!"
 
Com isto terminou
E a casa abandonei.
Só então percebi
Que lá o amor é rei!
 
Sem palavras prossegui
E com uma lição aprendida:
O quanto, por vezes, pode ser cruel
O amor na nossa vida!
 
Sofia Santos

 

 

Este poema é uma excepção, escrevi não porque tenha algo a ver com experiências passadas ou presentes, graças a Deus não tem nada a ver comigo, simplesmente foi uma forma que encontrei para tentar compreender o porquê de muitas vezes, mulheres ou mães de familia se sujeitarem a serem espancadas e humilhadas pelos maridos até um dia eles mesmos as matarem... Dias atrás enquanto jantava, uma reportagem no noticiário despertou-me a atenção, era uma lista vasta com o nome de vitimas dos próprios maridos, desde os 23 aos 82 anos, desde baleada a esfaqueada, mas afinal são seres humanos ou bichos? Este é um assunto que me choca e infelizmente bastante real... No entanto foi a pensar nas mulheres que escrevi este poema e quero acreditar que seja real, o facto de elas aguentarem tudo é por amor e não por medo, que no meio de tanto sofrimento exista algo de bom, algo que lhes faça viver...

 

 

Escrito por Sophia às 12:14
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (16) | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 5 de Maio de 2010

Poema - Ironia

 

 

Por mero acaso o conheci!

Na altura nem me interessei,

Mas depois de muito pensar

é que pude realizar...

Que por ele me apaixonei!

Carinhoso, atencioso,

tudo o que podia desejar.

Mas não tardou a descobrir

que a seu lado não era meu lugar!

A principio não me importei,

Afinal era passageiro!

Até que... Chorei!

E descobri que era verdadeiro.

Tantos os que me quiseram,

Tantos os que fiz sofrer...

Mas só agora percebo, consigo ver:

Todos fiz sofrer,

Muitas foram as promessas esquecidas,

Histórias que nem chegaram a começar,

Histórias à partida... Perdidas!

Agora no seu lugar,

As coisas mudam de figura...

Sinto-me triste, deprimida!

Percebo como fui dura...

Outrora por todos desejada,

Hoje desejando alguém que não me quer,

Deixo para trás a criança!

E torno-me numa mulher!

Amar quem não me ama!

Ser amada por quem não quero!

É uma forma de gostar sofrida...

Sendo esta afinal a ironia da minha vida!

 

Sofia Santos

2004

 

Mais um poema escrito há alguns aninhos atrás, dedicado a uma daquelas paixões arrebatadoras que com o tempo não passam mesmo disso... Paixões! Hoje quando olho para este tipo de poemas dou conta de como a vida dá voltas e muitas vezes me questiono se não será mesmo obra do destino! Porque se no passado sofri... Hoje sou feliz! =)

 

 

 

 

Nota de Rodapé: Sem tempo para nada! =S
Escrito por Sophia às 10:43
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (21) | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

Para a minha Irmã...

A nossa existência começou com uma de nós em cada margem, margem essa que delimitava um rio chamado Vida!

Quatro anos de diferença, apenas, nos separavam... No inicio o rio Vida fluiu connosco a segui-lo paralelamente, o tempo foi passando por nós e aqueles quatro anos, distância que separava cada margem, pareciam cada vez mais ridiculos. Juntámos então a amizade e o amor que nos era comum e unimos forças! Aos poucos o obstáculo denominado rio Vida tornou-se um aliado, mantendo calmas as águas e possibilitando-nos a maior das ideias... Construir uma ponte!

No nosso lado de cada margem procurávamos materiais com que a pudéssemos construir e no fim unificá-la num todo. As dificuldades apareceram e os materiais escasseavam, no entanto, quando as forças estavam quase a desvanecer a amizade impunha-se e de novo nos sentiamos motivadas a continuar.

A ponte foi construída com sucesso, em cada lado da margem mantemos as nossas vidas, amigos, filhos, familias porém é em cima da ponte que ultrapassamos as maiores dificuldades, choramos as nossas tristezas e apoiamo-nos mutuamente.

Porque o rio Vida pode ter muitas correntes, pedras e cascatas mas nós temos uma ponte para ultrapassá-las.

Porque cada margem pode ter os seus problemas, pessoas que vão e vêm, pode até o rio galgar a calmaria na terra... Ambas sabemos que na ponte haverá sempre um apoio, um carinho... Uma irmã!! 

 

 

 

Poderia dizer que te amo... Ou até mesmo que és das pessoas mais importantes da minha vida! Mas ainda assim seria pouco!

 

 

Mana todos nós temos os nossos momentos e tu sabes que haja o que houver eu estarei sempre aqui, este texto escrevi para ti, foi a melhor forma que encontrei para ilustrar o que no fundo é a nossa vida!

 

 

 

 

Nota de Rodapé: Um bjinhu para tds vocês!!
Escrito por Sophia às 11:45
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (22) | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 21 de Abril de 2010

Sonhar!

*Vou sonhar que posso voar, sentir a leve brisa na cara e vislumbrar o que de melhor o mundo oferece.

*Vou sonhar que posso correr sem limites e por breves instantes sentir-me livre.

*Vou sonhar que posso ser feliz sem restrições, sem limites, sem medos e sem consequências.

*Vou sonhar que não tenho problemas e que tudo flui ao meu redor sem me pertubar.

*Vou sonhar que nada me falta que em tudo sou plena, plena de carinho, amor, compreensão e amizade.

*Vou sonhar que a vida é minha amiga e prolonga a minha estadia ajudando-me a crescer.

*Vou sonhar que o destino traçou um caminho simples de percorrer, sem grandes precalços, plano e acessivel.

*Vou sonhar que vejo quem gosto ser feliz e realizado.

 

Mas acima de tudo vou sonhar que todos os meus sonhos se tornam realidade, mas apenas o bons, vou seleccioná-los com carinho e cuidado para não exigir demais, apenas o essencial para ser e fazer alguem feliz...

 

 

Nota de Rodapé: Ambições? Ser feliz! =)
Escrito por Sophia às 10:19
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (26) | favorito
| | partilhar
Sexta-feira, 16 de Abril de 2010

Parabéns para Mim!! =P

Alberto Caeiro

Hoje de manhã saí muito cedo,

Hoje de manhã saí muito cedo,

Por ter acordado ainda mais cedo

E não ter nada que quisesse fazer...

 

Não sabia por caminho tomar

Mas o vento soprava forte, varria para um lado,

E segui o caminho para onde o vento me soprava nas costas.

 

Assim tem sido sempre a minha vida, e

Assim quero que possa ser sempre —

Vou onde o vento me leva e não me

Sinto pensar.

 

                                                                                                              O meu lema!!

 

 

Pois é 25 anos! Já começa a pesar!

 Nada como um bom poema para melhor ilustrar este "meu" dia.

Como prenda de aniversário para mim própria (rsrsrs) vou fazer uma tatuagem com o nome da minha filha no interior do pulso, letras pequenas simples mas com um grande significado para mim! =)

 

 

 

 

Vou agradecer em especial à minha mana por mais uma dedicatória no seu blog, para quem não sabe ela é mesmo minha irmã de sangue, sempre fomos muito unidas e devo-lhe grande parte da minha vida! Ajudou-me nos momentos mais dificeis e em muitas ocasiões ela foi a irmã mais velha... Hoje em dia ela é como uma 2ª mãe para a minha filha e a minha melhor amiga!

 

Obrigada por tudo Mana e adorei o texto por isso transcrevi do teu blog ;)

 

"Growing up side by side give us

  the opportunity to cross many of life`s bridges together.

 

  What a comfort it is to know that it

  doesn`t matter which bridge I cross

  over, there you will always be,

  next to me, my sister"

 

 

 

 

Agradeço tambem todos os comentários carinhosos =) Ao longo do tempo tenho conhecido pessoas fantásticas e blogs espectaculares! Pessoas que têm sempre uma palavra amiga, histórias engraçadas que proporcionam momentos divertidos, noticias ineressantes, desabafos ou simplesmente poemas e texto fantásticos...

 

Obrigada por tudo!

 

 

 

Nota de Rodapé: Rugas?? Será?? =D
Escrito por Sophia às 11:24
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (20) | favorito
| | partilhar
Sábado, 10 de Abril de 2010

Parabéns Laura!

Parabéns por me teres feito crescer!

Parabéns por me teres tornado quem sou agora!

Parabéns por me teres feito mudar as prioridades!

Parabéns por me teres ensinado a ser guerreira!

Parabéns por me fazeres sentir especial sempre que me chamas "mamã"! =D

Parabéns por me teres feito sentir que não há nada mais importante do que tu!

Parabéns por teres dado um novo sentido à minha vida! ;)

 

Mas acima de tudo... Parabéns Filha!! 2 aninhos!! =)

 

Amo-te!

 

 

 

Este Post era para ter sido feito ontem! Uma vez que a minha filhota fez dois aninhos no dia 09 de Abril, no entanto estive 2 dias sem computador! -.- Não me foi possivel postar! =( Mas não podia deixar passar em branco um acontecimento assim! =)

 

Obrigada mana pelo post dedicado a mim e à Laura no teu blog! Amei! Sabes que és muit importante para mim! =) Love U!

 

 

 

 

 

Nota de Rodapé: Ainda ontem ela nasceu! Puxa!
Escrito por Sophia às 09:59
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (19) | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 7 de Abril de 2010

Destino

 

Ontem peguei num livro para ler e mais uma vez as letras não faziam sentido... Tudo estava na sua perfeita ordem: letra por letra, frase por frase, página por página. Contudo no seu todo, o livro não fazia sentido, faltavam capitulos e cenas cortadas por falta de enquadramento!

Mas não será assim a vida?

Um livro aberto onde o destino escreve o futuro?

Futuro esse incerto por omissão de certas cenas onde o destino caprichoso prefere manter o supense?

Cenas essas que podem ser cruciais e determinantes ao virar uma página da nossa vida?

É assim que me sinto: um livro aberto onde o destino escreve ao meu redor, por completo, mantendo apenas o suspense sobre mim!

O que farei? Não sei!

O que sentirei? Não sei!

Que decisões tomarei? Não sei!

Vou apenas deixar que o destino se decida a escrever o que falta de mim e aí, talvez, o meu livro fique completo!

Aí talvez me encontre num todo e deixe de ser apenas uma parte...

 

 

Nota de Rodapé: Inês bigada pelos elogios! =D
Escrito por Sophia às 08:33
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (7) | favorito
| | partilhar
Sábado, 3 de Abril de 2010

Noite de Cinema

Ontem fui ao cinema com intenção de ver este filme:

 

 

No entanto já não haviam bilhetes disponiveis sem ser na fila A e B (o que eu detesto) em contrapartida eu e o meu marido já haviamos visto o trailler do filme Fora de Controlo pelo que optámos por esse, uma vez que, existiam bilhetes em lugares mais confortáveis que o anterior. 

 

  

A verdade é que não me arrependi minimamente, o filme está muito bem estruturado e concebido, quanto à história tem principio, meio e fim!
Os efeitos especias nem parecem sê-lo o que torna a história ainda mais real e, na minha opinião, em certas cenas chocante pelo sofrimento que passam!
Quanto ao conteudo do filme tem muita acção e drama o que nos cola completamente ao ecrã do cinema.
Eu recomendo vivamente para quem gosta do estilo!

 

Contudo o The Blind Side continua na minha lista de filmes a ver! =) Da próxima não me escapa! =P

 
Nota de Rodapé: Um Cidadão Exemplar - is next!
Escrito por Sophia às 12:58
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (13) | favorito
| | partilhar
Quinta-feira, 1 de Abril de 2010

Fim do mês!

 

Ora vamos lá a ver se nos entendemos!

Fim do mês é exactamente dia 31 ou 30 dependendo de cada mês, correcto?

Os ordenados supostamente são para ser pagos no fim do mês (dia 30 ou 31) correcto?

Então alguma alma caridosa me explique porque raio nunca se recebe o ordenado antes do dia 02 ou 03 de cada mês? E se calhar um feriado ou Fim de Semana pelo meio, ainda temos o disprazer de receber lá para 04 ou 05!

É que depois pior ainda, sim há pior, é quando pagam e aparecem com os recibos e o cheque na mão, até parece que fazem um grande favor! E trabalhamos o mês inteiro para quê? 

 

Bem eu falo, falo mas na verdade não me posso queixar muito, uma vez que, pelo menos ainda recebo ordenado e dentro do prazo... Como as coisas estão já me posso dar por feliz!

 

Enfim... Dilemas! =)

 

Nota de Rodapé: Sim estou indignada!
Escrito por Sophia às 11:03
link do post | Sublinha | Ver Sublinhados (6) | favorito
| | partilhar

.Páginas sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.banda sonora

.páginas recentes

. Inspiring

. Carta

. Voltei!

. Até breve!

. Desafio

. Desafio e + sobre mim!

. Fénix

. Poema - Solidão

. Puzzle

. New Moon

.páginas arquivadas

. Março 2012

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Terna Lembrança

.mais sublinhados

32 Sublinhados
29 Sublinhados
26 Sublinhados
24 Sublinhados
22 Sublinhados
21 Sublinhados
21 Sublinhados
20 Sublinhados
19 Sublinhados

.subscrever feeds